fichamentos

Universidade de Brasília – UnB
Curso de Especialização em Gestão Escolar
Disciplina: Oficinas Tecnológicas
Unidade 1: Tecnologias e gestão escolar
Professor coordenador: Pedro Ferreira de Andrade
Professora tutora: Neide Lúcia Yunes Miziara
Cursista: Ligia Correa Lustosa da Veiga
Período: 24/06 a 24/07/2013
Atividade 1: Fichamento

FUNÇÕES E PAPÉIS DA TECNOLOGIA

Resumo:
Com base no autor, as aplicações da Tecnologia da Informação (TI), abrem dentro do ambiente educacional, “janelas” de comunicação com o mundo, ajudam no planejamento de aulas mais dinâmicas e significativas. Todavia, para que os avanços da tecnologia da informação sejam viabilizados na prática pedagógica, sendo aplicados no cotidiano da sala de aula, faz-se necessário que os professores dominem os conceitos e as práticas relacionadas com a tecnologia.
No concernente às TI nas escolas, como aliado tanto do professor quanto da equipe gestora, o autor nos propõe analisar as distinções no tangente ao conhecimento, ao dado e a informação. Onde do ponto de vista educacional, o autor deixa a sua conceituação clara, levando a uma visão de mundo que distingue o ser humano da máquina, pois somente o homem pode transformar informação em conhecimento, gerando novos conhecimentos através das ações sobre as informações como: da comparação entre as informações, da consequência, das conexões e da conversação.
Neste sentido, o autor enfoca a necessidade de ter um ambiente informatizado em uma instituição escolar, bem como para a criação desse ambiente levando em conta pontos importantes como: organização das informações mais importantes; iniciar com um projeto-piloto; trabalhar em múltiplas frentes simultaneamente (tecnologia, organização, cultura);não adiar a implementação dos estudos relativos a  aspectos que são problemáticos; e envolver toda a organização.
Enfoca que para a implementação de novas tecnologias nas organizações na escola, é necessário uma visão mais estruturada sobre os ingredientes chaves: alinhamento, comprometimento e domínio, bem como as fases a serem considerados durante essa implementação: criação do contexto para a TI; desenho de sistemas de TI e a instalação do sistema de TI que vai ser utilizado.

Citações principais do texto:
“Sabemos também que esse trabalho só se concretiza quando o professor domina os conceitos e as práticas relacionadas com a tecnologia, transpondo-os para o seu trabalho pedagógico e aplicando-os no cotidiano da sala de aula” (p.1).
“O conhecimento tem caráter humano e é mais amplo, mais profundo e bem mais rico do que os dados e as informações (...) que o conhecimento proporcione uma estrutura capaz de avaliar e incorporar novas experiências e informações” (p.3).
“A capacidade de transformar informação em conhecimento não pode ser realizada por uma máquina sem a interferência da mente humana, isto é, tal capacidade é exclusivamente humana” (p.4).
“A prática de trabalho dos professores, geralmente isolada nas salas de aula, dificulta sobremaneira a criação de uma cultura de colaboração. Por isso, há necessidade do gestor planejar a existência de momentos de troca de experiências entre professores e funcionários. A implementação de um sistema de organização e disseminação de informações na escola torna-se bem mais fácil quando a cooperação já faz parte da cultura escolar” (p.6).

Comentários:
Ao ler o texto, fica claro que estamos vivenciando a época da tecnologia, tecnologia essa que apesar de estar alastrada em todo espaço ainda é foco de questionamentos e análise quanto à tecnologia poder ser aliado da equipe de gestora da escola. Os benefícios já são de fato comprovados, porém os meios de acesso e o preparo ainda encontram-se distante ou até mesmo precário. Há de se pensar na formação tecnológica de todos os envolvidos na escola.
Considerando que estamos nos encaminhando para uma sociedade informatizada. As Novas Tecnologias de Informação e Comunicação (TICs) facilitam os serviços administrativos concernentes a Gestão e abrem uma gama de possibilidades de ação pedagógica virtual aos professores e a escola.
Com base em algumas experiências pessoais, fica clara a necessidade da implementação das novas tecnologias serem inseridas em todos os ambientes escolares, muito embora nossa secretaria de educação não veja assim, pois faz de tudo para atrapalhar - por exemplo: dificultando as implantações de laboratórios de informática bem como disponibilizando internet de baixa velocidade para escolas, quando disponibiliza.
Assim como o autor, temos enquanto profissionais envolvidos na escola e em busca de um ambiente informatizado, buscar ferramentas para estimular nosso ambiente escolar, tornando assim, as aulas mais interessantes e alunos mais participativos. O gestor por sua vez, não poder agir de forma diferente com a implementação das TI no espaço escolar, afinal, os gestores, a partir da sua ampla formação, podem possibilitar e influenciar a aplicação de diversas tecnologias no ambiente escolar.

Questionamentos:

As tecnologias da Informação (TI) surgiram para facilitar a vida de todos os membros das instituições de ensino, mas é necessário encará-las como ferramentas necessárias, que, quando utilizadas por todos, podem resultar em melhoria no ensino, mesmo que a região seja carente e apresente dificuldades no aprendizado, além da agilidade nos processos pedagógicos e técnicos administrativos. Diante disso, questiono: até que ponto as funções e os papéis da tecnologia estão sendo aplicados de forma a contemplar todos os envolvidos? Existem realmente ambientes informatizados nas escolas públicas? Estes ambientes informatizados estão sendo usados de forma a promover o conhecimento? Do ponto de vista dos gestores, as TI são aliadas ou consideradas mais um empecilho na sua gestão? 

Nenhum comentário:

Postar um comentário